Ligue Agora: (38) 3662-2055
E-mail: solovita@solovita.com.br

Dicas Indispensáveis Para Alavancar a Produção Agrícola
Buritis MG

Dicas Indispensáveis Para Alavancar a Produção Agrícola

Em essência, a agricultura sustentável pode ser descrita como uma prática biológica. Em vez de se concentrar apenas na viabilidade econômica das culturas, também envolve o uso eficiente de recursos não renováveis, levando a uma alimentação nutritiva e à melhoria da qualidade de vida dos agricultores.

 

Além dos benefícios óbvios, a agricultura sustentável também permite que os produtores transformem suas fazendas em grandes centros de reciclagem, converta resíduos de culturas e estrume em fertilizantes e utilize a água da chuva para alimentar o sistema de irrigação.

Isso não só economiza dinheiro, como também conserva os recursos naturais.

 

Quer saber como alavancar a sua produção agrícola de maneira sustentável? Acompanhe!

 

Rotação de culturas na produção agrícola

A rotação de culturas é, provavelmente, o sistema mais antigo e simples utilizado para manter a saúde do solo. A rotação de culturas tem uma ordem escolhida para as plantadas, o que permite repor os nutrientes do solo.

 

As vantagens da rotação de culturas vão desde a prevenção de pragas até a redução e o controle de plantas daninhas. Uma vez que a maioria destes problemas afeta um tipo particular de cultura, pode ser erradicado, alterando o tipo de cultura.

 

Para esta rotação, devem-se alternar plantas de diferentes famílias e necessidades nutricionais (demandas de matéria orgânica, consumo de água, etc.). Também é altamente recomendado introduzir plantas leguminosas no ciclo, o que favorece a fixação de nitrogênio no solo, o que é muito benéfico.

 

Diversidade de culturas

Este é outro método para ajudar a proteger as culturas contra pragas e doenças. Os agricultores podem plantar variações da mesma espécie, com a obtenção de sementes que irão assegurar pequenas, mas importantes diferenças entre as plantas.

 

Estas variações garantem a diversidade genética, tornando as culturas mais fortes e resistentes. Por exemplo, dez variedades de milho cultivadas simultaneamente diminuem a chance que um ataque por uma praga que afete a todas, reduzindo a necessidade de pesticidas e as perdas econômicas.

 

Manejo integrado de pragas

Como o próprio nome sugere, o manejo integrado de pragas é a combinação de diferentes técnicas para criar um sistema de controle de pragas eficaz.

 

Nem todas as pragas devem ser eliminadas, algumas não causam danos significativos para as culturas, por isso não é necessário iniciar uma batalha em larga escala para exterminá-las. A prevenção é outra parte muito importante do manejo integrado de pragas. Usando técnicas tais, como a escolha de culturas resistentes a pragas, rotação de culturas e uso de insetos benéficos, o risco é muito menor.

 

Insetos benéficos para a produção agrícola

O controle biológico de pragas é garantido por insetos benéficos. Uma das melhores maneiras de se livrar de pragas e insetos nocivos é atrair predadores naturais.  Algumas espécies que trazem benefícios são as vespas, joaninhas e larvas de crisopídeos.

 

Os agricultores podem comprar insetos benéficos em lojas especializadas e liberá-los em torno de suas colheitas. Logo, eles estarão se alimentando de insetos nocivos.

 

Fertilidade do Solo

Manter o solo saudável é essencial para que as culturas obtenham a maioria de seus nutrientes. A sustentabilidade agrícola depende mais da terra do que qualquer outro fator, incluindo a intervenção humana.

 

Isso não significa, no entanto, que os agricultores não possam fazer nada para a saúde do solo. Na verdade, há uma série de técnicas disponíveis para ajudar a melhorá-la. Práticas de cultivo, que consiste em cultivar e arejar o solo, já existem há séculos e ainda são úteis.

 

Muitos agricultores deixam alguns resíduos vegetais no solo antes da semeadura direta, acrescentando matéria orgânica. Também podem adicionar outros compostos orgânicos ao solo, como fertilizantes de alfafa, restos de madeira ou outros subprodutos de origem animal, vegetal ou mineral.

 

Fique de olho no comércio local

Quem cultiva e vende na mesma cidade não precisa se preocupar com a poluição criada pelo transporte, pelas embalagens e com o armazenamento das colheitas. Comprar e vender localmente é a chave para a sustentabilidade, porque enriquece a comunidade, minimiza o consumo de energia e melhora a qualidade do ar.

 

E o mais importante, diminui os resíduos criados pela indústria de embalagens (plástico e papel). O cultivo e venda no comércio local também incentiva a pequena agricultura familiar.

 

Esta, por sua vez, injeta mais dinheiro na economia local, beneficiando os compradores.

 

Uso de energia alternativa

Apesar da energia solar e eólica serem bem conhecidas, também existem outras maneiras de aproveitar a energia proveniente de fontes alternativas.

 

Algumas formas de energia alternativa dependem da localização das culturas. Por exemplo, a energia hidráulica poderia ser uma opção para grandes fazendas que têm uma fonte de água corrente, e bombas de calor geotérmicas poderiam funcionar se o tipo de solo permitisse cavar poços profundos para aproveitar o calor da terra.

 

Os biocombustíveis são outra fonte de energia limpa. O biodiesel, por exemplo, pode ser feito a partir de óleo de semente de algodão, e não é apenas uma fonte de energia barata, mas também muito limpa.

 

Pastoreio controlado

A rotação da pastagem de gado, basicamente, move os animais para pastarem em áreas diferentes. Isto é essencial por muitas razões:

 

Mover os animais representa ter acesso a diferentes pastagens, o que significa que eles estão recebendo uma variedade de nutrientes e menor exposição à parasitas e poeira.

 

Mover o gado de um lugar para outro assegura uma melhor exposição a uma variedade de plantas, o que também significa menos erosão.

 

O pastoreio controlado também pode ajudar com a fertilidade do solo e com o controle de plantas daninhas: o estrume deixado pelos animais serve como fertilizante natural.

 

Remoção física de ervas daninhas

Embora isso possa não ser prático para grandes colheitas, as menores podem remover ervas daninhas sem o uso de produtos químicos.

 

A maior parte da remoção física de ervas daninha é feita com o uso de máquinas agrícolas ou implementos agrícolas. Roçada e pastoreio são especialmente eficazes antes que as ervas produzam sementes.

 

Gestão eficaz da água na produção agrícola

A melhor maneira de gerenciar o uso da água nas plantações é escolher culturas nativas, uma vez que elas são as mais adequadas para o clima da região.

 

A seleção de culturas tolerantes à seca também é fundamental para os agricultores que vivem em áreas secas. O próximo passo na gestão eficaz dos recursos hídricos é um sistema de irrigação eficiente que não degrade o solo e nem afete a vida selvagem da área. A irrigação limitada (por gotejamento, aspersão, etc.) é uma solução prática para a agricultura sustentável. Palha ou outras coberturas podem ajudar a reter água, de modo que o solo permaneça úmido por mais tempo.

 

Você também pode criar um sistema que recolhe a água da chuva e introduzi-la no sistema de irrigação. Algumas fazendas têm sistemas de reciclagem que permitem reutilizar águas residuais para a irrigação.